Administração
Contribuição
Você pode contribuir com os Projetos Missionários do Pb Janio Batista através de depósitos na conta: Ag. 104 Conta Poupança 1840081 praça oito Centro Janio Batista - Missoes Deus te abençoe! - Missão
Visitas
5532 Visitantes
Redes Sociais

Rapper Kanye West transforma show em culto e surpreende com música gospel

Rapper Kanye West transforma show em culto e surpreende com música gospel

O rapper Kanye West realizou um show no festival Coachella, no último domingo, 21 de abril, intitulado “Sunday Service” (“culto de domingo”, em tradução livre), com referências à fé cristã e repertório estruturado com músicas gospel.

O artista aproveitou a celebração da Páscoa para montar uma apresentação, feita na companhia de um coral que trajava camisetas com mensagens como “Espírito Santo”. Atuando como um mestre de cerimônias, numa performance similar à do cantor Kirk Franklin, Kanye West entusiasmou os fãs que compareceram ao festival e ainda pregou aos presentes.

De acordo com informações do jornal O Globo, “Kanye chegou a visivelmente se emocionar na apresentação, que contou ainda com a presença de [sua esposa] Kim Kardashian e da pequena North West, [sua filha] de cinco anos”.

No show, o artista apresentou duas músicas novas, intituladas We have everything we need e Water, que devem fazer parte de seu novo disco. O repertório trouxe ainda as canções gospel Brighter day (Kirk Franklin), This is the day (Fred Hammond) e Oh Lord, how excellent (Richard Smallwood), além de versões “congregacionais” de Father strecht my hands pt. 1, Jesus walksFadePowerAll falls down e Otis.

“Para os descrentes que achavam que o tal ‘Sunday Service’ seria mais uma egotrip de um artista conhecida pela egolatria, Kanye provou que o conceito está muito mais para comunhão do que para o umbigo. […] Em tempos em que religião e juventude parecem se afastar cada dia mais, Kanye conseguiu por duas hora fazer os jovens do pagão Coachella (e tantos outros que assistiam em casa) ouvirem e cantarem a palavra. Não é pouco”, comentou Luccas Oliveira em resenha publicada pelo jornal.